Abertura do XIII CONJOAAD
Todo ginásio é impactado com a glória de Deus.

Por Deiseane Pereira

Atualizado em 11/02/18 - 23:55h

Foto: Lukas Carvalho

Neste sábado, no ginásio poliesportivo Arivaldo Maia, tivemos a abertura do XIII CONJOAAD – Congresso de Jovens e Adolescentes da Assembleia de Deus. O Culto foi moderado pelo Pastor Inácio Neto (AD Professor Sidrônio) e os hinos congregacionais foram entoados pelo Pastor Zito (AD Val Paraíso). Para abrir este evento com chave de ouro tivemos uma linda apresentação sobre o sacrifício que era feito pelo sumo-sacerdote a Deus e mostrou a forma gloriosa em que Deus se fazia presente no meio do Seu povo nos tempos antigos e todo o ginásio foi impactado com a glória de Deus.

 

Entoando louvores estiveram a Banda Átrios (AD Nova Cohab), Banda Asafe (AD Engenho de Dentro), Cantora Luciele Araujo (Recife) e o grande coral jovem da 6ª região. A leitura bíblica oficial foi feita pelo Pastor Severino Rodrigues, 2º vice-presidente das Assembleias de Deus no Estado de Alagoas, no texto que dá tema a este congresso, que encontra-se no livro de Amós capítulo 2 versículo 11.

A ministração da palavra foi feita pelo Pastor Tiago Nonato (MG) que baseado no texto de I Samuel capítulo 10 versículo 17 e capítulo 11 versículos do 1 ao 3 nos mostrou que o povo israelita pediu a Samuel para ele pedir a Deus um líder para os governar, e mesmo não concordando, Samuel assim o fez, e Deus marcou um encontro com o povo em Mispa, que significa lugar de diálogo. Lá Deus lembrou-os de tudo que havia feito por eles, desde o Egito até o presente momento, mas o povo não quis dar ouvidos e mesmo assim queria um líder humano para os governar.

Como o povo queria um líder, Naás deu a condição de que para que ele os governasse, teria que arrancar o olho direito de todos, e assim seria uma afronta a Israel e a aliança com Deus seria totalmente quebrada. Nisso, eles abririam mão da aliança com Deus para ter aliança com Naás amonita.

Existem três características na vida de Naás amonita pela qual os israelitas nunca deveriam querer fazer pacto com ele.

  1. Nome: significa serpente.

  2. Subir _ Naás amonita: está ligado ao significado do nome dele, que quando a serpente vai dar o bote, ela sobe para se equilibrar.

  3. Sitiador: sitiar significa estar cercado, não dá para fugir.

Naás queria algo inegociável, que era o olho direito. Neste sentido, o olho direito para nós está no sentido figurado, que significa o nosso ministério, nossa família, entre outras bênçãos que Deus nos dar e que não podemos negociar por nada.

Então, vendo o que Naás queria, o povo começou a chorar e a clamar e Saul se irou por isso, e Deus se apoderou de Saul e ele tomou um par de bois e cortou-os em pedaço, e disse ao povo que qualquer que não sair atrás de Saul e atrás de Samuel, assim se fará aos seus bois. Então caiu o temor do Senhor sobre o povo, e saíram cento e trinta mil homens para lutar com eles.

 

Após essa maravilhosa palavra, muitas vidas foram batizadas, renovadas e 14 vidas se entregaram para Cristo. Foi feita a oração final e todos foram despedidos com a benção apostólica felizes por tudo que Deus fez neste primeiro dia de congresso.

Galeria de Fotos
logoportal_c_sombra_branco.png

LOCALIZAÇÃO

Rua Cleto Campelo, s/n, Cohab, Jacintinho

Maceió - Alagoas - CEP 57041-000

email: adcohab@hotmail.com

SIGA-NOS

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle

Copyright © 2006 - 2019. Todos os direitos reservados a Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Cohab (CGADB)