Aniversário do Círculo de Oração
Poderosa foi a presença de Deus nesta noite.

Por Deiseane Pereira

Atualizado em 23/10/2019 - 21h30

Foto: Deiseane Pereira

      Nesta noite estivemos em AD Cohab em um culto de agradecimento por mais um ano do círculo de oração. Entoando louvores estiveram o departamento Cântico de Mirian (AD Tabuleiro), Cântico de Sião (AD Piabas), União Feminina, Cantor Eliéser.

     O preletor da noite foi o Pr. Genival Bento (Rio Largo - AL) que ministrou a palavra baseando no texto de  2 Crônicas 29 versículos 10 e 11. O tema que ele dá para essa palavra é: Adoradores improváveis. Através deste texto, ele nos ensina que o capítulo 29 traz uma história que parecia não ter mais jeito. No decorrer da sua jornada, Ezequias cometeu três erros que não podia voltar atrás. Israel estava longe de Deus, então quando ele contrata esses guerreiros de Israel, Deus usa o profeta dizendo que ele não iria vencer a guerra.  O reino de Judá ficou um caos. Quando Usias começou a reinar, ele começou a buscar ao Senhor e Ele era com ele. O primeiro ato como governante foi investir no exército, na sua preparação. Depois, investe nas armas de guerra. Deus começou a dar entendimento a Usias e ele começou a ser temido pelo povo. Depois, ele começou a investir na agricultura. Ele cresceu de uma forma tão grande que a sua fama foi além das fronteiras de Judá, todos honrava o rei Usias. Então ele vendo que estava fortificado, endureceu o seu coração e achou que não precisava mais orar e buscar a Deus, então começou a errar. Ele pegou o incensário e começou a queimar incenso, quando ele começou a fazer isso o profeta Azarias e mais 80 homens tentaram impedir, mas por conta da popularidade ele não teve medo, porém Deus o pune com lepra. Depois disso, ele não volta mais para o palácio, voltou rejeitado pelo próprio Deus. Ele esqueceu do princípio e deixou a fama lhe dominar. Incenso está relacionado a intimidade com Deus. Usias começou o seu reinado bem e terminou mal.

     Rei Jotão assumiu no lugar de Usias, mas ele não tinha coragem de chamar o povo pra orar, então ele morreu. Depois, assumiu o Rei Acaz. Deus tinha tanta pressa que usou Isaías para falar com ele. Mas ele rejeita e vai se aliar ao povo da Síria, e acaba se afastando de Deus. A crise assolou o povo de Deus que eles não oravam, não buscavam mais a Deus. Quando Acaz morre, Ezequias assumi o reinado e a bíblia diz que no primeiro mês que ele assumiu, ele tomou uma atitude diferente: reformou a igreja, fez uma reunião, e nessa reunião ele abriu o coração pra Deus e fez uma aliança com Deus para voltarem ao princípio e fizeram uma limpeza no templo, quebraram todas as imagens que adoravam a outros deuses e depois foi feito um culto, e o fogo descia dentro e fora do templo e todos sentiram a poderosa presença do Senhor naquele dia.

     Assim, como naquele dia, a poderosa presença do Senhor invadiu o templo e todos puderam sentir o mover do Espírito Santo nesta noite. Em seguida, uma vida se rendeu aos pés de Cristo. Depois, foi feita a oração final e todos foram despedidos com a benção apostólica.

Galeria de Fotos

1/1
logoportal_c_sombra_branco.png

LOCALIZAÇÃO

Rua Cleto Campelo, s/n, Cohab, Jacintinho

Maceió - Alagoas - CEP 57041-000

email: adcohab@hotmail.com

SIGA-NOS

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle

Copyright © 2006 - 2019. Todos os direitos reservados a Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Cohab (CGADB)