Jó como ícone da vida cristã: ele tinha todos os motivos humanos para desistir, mas ele confiava em Deus.

"as experiências com Deus, ainda que causassem dores, consistiam em nos fazer crescer em intimidade com Jesus”

Foto: Geziel Morais

Por Ewerton Rodrigues

Atualizado em 07/01/18 - 21:25h

Em 07 de janeiro de 2018, primeiro domingo do ano, mais uma vez a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Cohab, no Jacintinho. A programação com obreiros da igreja local também contou com o segundo momento de Santa Ceia para irmãos que estiveram impossibilitados de comparecer na última sexta-feira.

O momento de adoração e louvor foi conduzido pelo conjunto Crescendo com Jesus (novos crentes), igualmente, a União Feminina Novo Alvorecer abrilhantaram a ministração ao Senhor Deus no culto deste dia.

O pastor local, Severino Rodrigues procedeu a leitura bíblica no livro de Jeremias 17.5-8, considerando acerca do “homem que confia em sua própria carne”. Seguindo a programação, o momento de reflexão e adoração ao Senhor também teve a participação dos irmãos Gilson e Josué, ambos da congregação Cohab.

Por fim, antes da ministração da Santa Ceia, o auxiliar Wilton foi o mensageiro da palavra do Senhor, referenciando a sua pregação no livro de Mateus 10.34 e Jó 19.25, conforme transcrevemos: "Não pensem que vim trazer paz à terra não vim trazer paz, mas espada”; “Eu sei que o meu Redentor vive e que no fim se levantará sobre a terra”.

A mensagem transmitida pelo mencionado irmão, enfatizou de sobremaneira a vida do Servo Jó, que diante de sua experiência com Deus, humanamente falando, tinha todos os motivos para não continuar, mas cheio da presença de Deus, destacou que “a confiança que Jó tinha em Deus era inabalável”, ainda que o seu próprio Deus o matasse, ele ainda confiaria que seria o melhor de Deus para ele.

A presença do Senhor foi notória e sentida no âmbito da congregação, afirmava com veemência e segurança que “as experiências com Deus, ainda que causassem dores, consistiam em nos fazer crescer em intimidade com Jesus”, assim afirmou. Após a mensagem, a Santa Ceia foi ministrada com obreiros e membros em comunhão da congregação Cohab, em seguida, o culto foi concluído debaixo do poder e glória de Deus.

Galeria de Fotos
DSC_0869
DSC_0869
DSC_0868
DSC_0868
DSC_0867
DSC_0867
DSC_0864
DSC_0864
DSC_0866
DSC_0866
DSC_0858
DSC_0858
DSC_0860
DSC_0860
DSC_0862
DSC_0862
DSC_0857
DSC_0857
DSC_0855
DSC_0855
DSC_0856
DSC_0856
DSC_0854
DSC_0854
DSC_0852
DSC_0852
DSC_0848
DSC_0848
DSC_0847
DSC_0847
DSC_0846
DSC_0846
DSC_0850
DSC_0850