Culto de missões
Jesus veio as ovelhas perdidas da casa de Israel.

Por Michelle Lopes

Atualizado em 14/03/2021 

DSC_0138.JPG

Foto: Jadiel Marques

Neste domingo estivemos em AD Cohab para adorarmos ao Senhor em mais um culto de Missões. Entoando louvores no primeiro e segundo culto estiveram, a União Feminina, Campanha Ide e Anunciai, banda Plenitude e Banda Novo Cântico.

A leitura bíblica do primeiro e segundo culto foi feita pelo Pr. José Luiz no texto que encontra-se no livro de Mateus cap. 6 e versículos de 9 ao 15.

A palavra do primeiro culto foi ministrada pelo Dc. Dinho no livro de Lucas cap. 15 e versículos do 11 ao 21. Este texto trata sobre a parábola do filho prodigo, onde a bíblia nos diz que um homem tinha dois filhos e o filho mais novo pediu sua parte da herança e seu pai o dando após um tempo o filho se foi levando o que tinha a uma terra muito distante e foi viver os prazeres da carne, e assim acontece nos dias de hoje quando Deus nos da o que queremos, o rejeitamos e vamos viver por conta própria. Com o tempo a crise chegou e aquele filho gastou tudo que tinha, e com fome foi procurar alguém naquela cidade que o ajudasse e acabou indo cuidar de porcos, aquele homem um dia teve tudo na casa do seu pai e hoje estava na situação de cuidar de porcos.

Quando esquecemos da casa de nosso Pai perdemos tudo, e afundamos em pecado. Aquele homem estava comendo com os porcos e seu maior desejo era retornar a casa do pai, pois sabia que seus empregados estavam em uma situação melhor que a dele. E o filho voltou arrependido pedindo uma nova oportunidade ao menos de ser um empregado, mas diferente disso o pai fez uma festa e é assim quando voltamos a Deus há festa nos céus.

O único que pode reverter a tua história é Jesus de Nazaré.

No segundo culto a palavra foi ministrada pelo Dc. Alex, no livro de São Mateus 20:16. Neste, vimos que a obra de Deus é feita por todos e não só por uma pessoa ou um grupo. O Ide foi para todos, por isso, devemos fazer nossa parte, e anunciarmos o evangelho a tempo e fora de tempo!

Ao final desta palavra tivemos um poderoso clamor por nossa nação e pelos enfermos. Após este momento o pastor orou e despediu a igreja com a benção apostólica.

Galeria de Fotos
DSC_0153 - Copia
DSC_0154
DSC_0176
DSC_0180
DSC_0170 - Copia
DSC_0171
DSC_0172
DSC_0178
DSC_0160
DSC_0161
DSC_0162
DSC_0167
DSC_0156
DSC_0152 - Copia
DSC_0149
1/2